PUBLICIDADE
Topo

Yamaha e Harley retomam produção de motos, apesar do colapso em Manaus

Infomoto

30/04/2020 12h30

Fábrica da marca japonesa no polo industrial voltou a funcionar hoje, 30 de abril

Apesar do colapso do sistema de saúde no Amazonas que fez o governador Wilson Lima (PSC) pedir ajuda à ONU para combater a pandemia de covid-19 no Estado, a Yamaha e a Harley-Davidson decidiram reabrir suas fábricas em Manaus. A produção no polo industrial estava paralisada há pouco mais de um mês. Já Honda e BMW optaram prorrogar a paralisação até, pelo menos, 18 de maio.

A Yamaha, segunda maior fabricante de motos do Brasil, informou em nota que, seguindo os planos previamente estabelecidos, retoma as atividades hoje, 30 de abril, na planta de Manaus, enquanto a sede administrativa, em Guarulhos (SP), continua com trabalho remoto.

A marca japonesa afirma que irá adotar protocolos necessários à prevenção da covid-19 recomendados pelas autoridades, para preservar a saúde dos colaboradores. Entre essas medidas estão o uso de máscara e a medição da temperatura dos funcionários, distribuição de álcool em gel, além do aumento do efetivo de limpeza para higienizar as linhas de produção. Segundo a assessoria de imprensa da Yamaha, a produção não deverá voltar com 100% da capacidade, pois haverá menos gente em cada linha e horários de almoço escalonados para evitar aglomerações nos refeitórios da empresa.

A Harley-Davidson, entretanto, já opera desde segunda-feira, 27 de abril, com 90% dos funcionários em sua fábrica de Manaus. De acordo com comunicado, enviado por e-mail, a empresa norte-americana "continua monitorando a situação de perto e fará ajustes adicionais conforme necessário, de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das autoridades locais de saúde".

Além de Yamaha e Harley, a Kawasaki está com sua linha de montagem ativa na capital amazonense. Mas apenas 60% dos funcionários estão trabalhando. Todos seguindo regras de distanciamento, higienização e usam máscaras de proteção, informa a assessoria de imprensa.

BMW mantém paralisaçãoParalisação foi prorrogada como medida para conter o avanço da covid-19 no Amazonas, afirma BMW em nota

Já o Grupo BMW anunciou hoje (30 de abril) a prorrogação da paralisação na fábrica de motocicletas em Manaus (AM). Parada desde 30 de março, as atividades na planta estavam previstas para voltar em 4 de maio, mas foi adiado para o dia 18 deste mês.

Assim como a Honda, que também prevê retomar a produção daqui três semanas, a BMW afirmou que a medida é uma ação extra na contingência contra o avanço da covid-19 no estado do Amazonas. (Por Arthur Caldeira)

Infomoto

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Blog da Infomoto

O blog da INFOMOTO traz novidades, curiosidades, dicas e também os bastidores do mundo de duas rodas. Com uma visão de dentro do capacete.