PUBLICIDADE
Topo

BMW, Harley e Yamaha param fábricas; 96% da produção de motos está suspensa

Infomoto

26/03/2020 11h37

BMW suspendeu a produção de carros em Araquari (SC) a partir de hoje; planta de motos em Manaus (AM) para em 30 de março

Depois da Honda, BMW, Harley-Davidson e Yamaha também anunciaram a suspensão da produção de motocicletas em suas fábricas, todas localizadas no Polo Industrial de Manaus, capital do Amazonas. Juntas, as quatro marcas representam 96% do mercado brasileiro de duas rodas, que produziu 194.734 unidades até fevereiro de 2020. Volume é 5,1% superior ao fabricado no mesmo período do ano passado.

A BMW paralisar sua planta temporariamente a partir de 30 de março, com retorno previsto para 23 de abril – a marca alemã também vem reduzindo as operações na fábrica de automóveis na em Araquari (SC) e irá suspender a produção a partir de hoje, 26 de março. "Nosso foco agora é proteger nossos colaboradores, manter todos em segurança e com saúde, e nos preparar para o que virá, com a retomada das atividades e do mercado", afirma Jefferson Dias, Diretor da Fábrica de produção de motocicletas do BMW Group em Manaus. "Ao adotar esta medida preventiva, acreditamos reduzir a circulação dos nossos funcionários e, como consequência, a redução das chances de um eventual contágio", reforça o executivo.Yamaha, segunda maior fábrica de motos do Brasil, vai suspender produção entre 31 de março e 19 de abril de 2020

A Yamaha também adota medidas para proteger a saúde dos colaboradores e de seus familiares em todo o país. Na sede administrativa, que fica em Guarulhos (SP), foi implantado trabalho remoto, as reuniões internas e com fornecedores são realizadas por videoconferências, além da suspensão de viagens pelo país e ao exterior e do cancelamento de todos os eventos e ações internas e externas. A planta de Manaus, a segunda maior do setor de duas rodas em volume, vai ter suas atividades fabris suspensas em 31 de março -"… regressando às atividades no dia 20 de abril de 2020.", segundo comunicado da empresa.Unidade fabril da Harley-Davidson em Manaus estará fechada até 12 de abril

A Harley-Davidson reuniu-se ontem, 25 de março, por videoconferência com a matriz norte-americana, durante o dia e decidiu parar a fábrica até 12 de abril, seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das autoridades locais de saúde. "Desde o final de janeiro, a Harley-Davidson do Brasil avalia a situação do Coronavírus (COVID-19) e toma medidas proativas no interesse da saúde e segurança de nossos colaboradores, concessionários e clientes.", afirmou em comunicado. (Por Arthur Caldeira)

Infomoto

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Blog da Infomoto

O blog da INFOMOTO traz novidades, curiosidades, dicas e também os bastidores do mundo de duas rodas. Com uma visão de dentro do capacete.

Blog da Infomoto