PUBLICIDADE
Topo

Muito além do bluetooth: veja sete motos 'conectadas' ao smartphone

Infomoto

15/03/2020 04h00

Smartphones da Samsung funcionam até como espelhos retrovisores na elétrica Energica Bolid-e

Todo mundo usa o smartphone hoje para fazer quase tudo. Dá para pedir comida, agendar consulta, pagar contas, enfim… Inúmeras utilidades além de ouvir música, mandar mensagens e o antiquado ato de fazer uma ligação e "falar ao telefone".

Por isso, cada vez mais, os fabricantes estão investindo em tecnologias que permitem conectar seu celular a sua moto. Mas não apenas por bluetooth para ouvir música. As funcionalidades hoje vão muito além disso. É possível encontrar o melhor caminho, gravar um passeio por uma estrada nova, fazer acertos na moto e no motor… Enfim, conheça alguns modelos de motos conectados de verdade ao smartphone.

KTM 390 DukePraticamente todo line-up da KTM tem conexão Bluetooth e app que conversa com a moto

Praticamente todo o line-up da KTM se conecta ao smartphone. Da naked 390 Duke aos modelos bigtrail da marca austríaca, todos contam com conexão bluetooth ao painel digital com tela TFT e têm um aplicativo dedicado, chamado de "my Ride". Na 390 Duke, o app tem funções mais limitadas do que nas motos maiores, que têm sistema de navegação e permite fazer ajuste nas configurações da moto. Mas, ainda assim, é possível saber o nível de bateria do celular, controlar as músicas ou receber ou recusar chamadas.KTM 390 Duke é naked compacta, mas que já conta com conexão

Para navegar existe uma espécie de joystick no punho esquerdo, que é fácil de usar e ainda é retro iluminado, isto é, tem uma luz interna que facilita a visualização mesmo à noite. Entretanto, para ouvir sua playlist preferida será preciso ter um intercomunicador Bluetooth com fones no capacete. 

Kawasaki Z 900Mostrada no SDR 2019, nova geração da naked de quatro cilindros ganhou conectividade

Um dos modelos de maior sucesso da Kawasaki no Brasil, a Z 900 ganhou em sua nova geração mais conectividade. A naked de quatro cilindros, que chega ao mercado só no final deste ano, ganhou um novo painel digital com tela colorida de 4,3″ TFT, que tem cor de fundo selecionável e brilho da tela variável, para se adequar à luz ambiente.

Por meio do bluetooth, o condutor conecta o celular à motocicleta. Usando o app "Rideology", da própria Kawasaki, várias funções do painel podem ser acessadas, como dados de funcionamento da moto, registro de pilotagem, e depois que as informações da motocicleta forem carregadas no aplicativo, elas poderão ser visualizadas no smartphone.Cor de fundo pode ser escolhida e brilho adapta-se às condições de luz do ambiente

Enquanto a moto é guiada, o aplicativo rastreia a velocidade do veículo, rpm, posição de marcha, quilometragem atual e temperatura do líquido de arrefecimento. Uma vez que o registro de pilotagem tenha sido salvo, o piloto pode revisar esses itens em uma exibição de estilo gráfico em qualquer ponto ao longo da rota. O aplicativo também pode exibir um resumo do percurso.

Energica Bolid-EConceito de moto elétrica controlada por smartphone foi desenvolvido em parceria com a Samsung

Com base em suas motos elétricas de alto desempenho, a italiana Energica criou uma moto praticamente controlada pelo smartphone e pelo smartwatch. A Bolid-e, desenvolvida em parceria com a Samsung, traz além da conexão Bluetooth, conectividade NFC entre a moto e o Samsung Galaxy Watch. O relógio funciona como uma espécie de dispositivo de desbloqueio inteligente, mais ou menos como uma chave de presença. Além do relógio do proprietário, que pode ser usado para desbloquear e ligar a moto, as permissões podem ser concedidas a outros relógios. Seria como emprestar as chaves da sua moto a um amigo. O Galaxy Watch também pode localizar a Bolid-E em um estacionamento.

No lugar dos espelhos retrovisores, há câmeras de alta definição integradas na parte dianteira e traseira da Bolid-E. A visualização ao vivo é então mostrada em dois dispositivos Samsung Galaxy da linha A, montados como "espelhos inteligentes". Além de mostrar a visão traseira em tempo real, os monitores duplos também funcionarão como um dispositivo HUD. Usando a câmera frontal, eles poderão analisar e destacar obstáculos e perigos na estrada à frente do condutor. E ainda permitem gravar filmes dos passeios de moto.

Honda GL 1800 Gold Wing Tour

Além do bom desempenho do motor boxer de seis cilindros opostos e o conforto do câmbio automático DCT de sete marchas, a Honda GL 1800 Gold Wing Tour foi a primeira moto equipada com Apple Car Play, que permite espelhar o iPhone na tela colorida TFT de sete polegadas, mas só permite conexão Bluetooth para dispositivos Android. o Apple Car Play agora também equipa as motos da família touring da Harley DavidsonNa Honda Gold Wing, a tela do iPhone 'aparece' no painel TFT de 7 polegadas

O som das quatro caixas tem boa qualidade, e a navegação do sistema é intuitiva por meio de botões no punho esquerdo. Há também uma infinidade de informações sobre consumo, distância percorrida, autonomia e até a pressão dos pneus, mas ainda ficou devendo um bom sistema de navegação para quem não tem o smartphone da Apple. Nos exterior, a Gold Wing tem rádio via satélite e um navegador próprio.

BMW R 1250 GSAté a bigtrail R 1250 GS rendeu-se à conectividade dos smartphones

A BMW também desenvolveu um aplicativo para conectar suas motos, como a R 1250 GS, aos celulares dos seus proprietários. Com o BMW Motorrad Connected instalado no smartphone e conectado por meio do bluetooth ao painel TFT com tela de 6,5 polegadas, o condutor pode navegar por meio de um multicontrolador no punho esquerdo da moto. Há um navegador simplificado, que facilita a visualização enquanto se pilota a bigtrail e presta atenção aos perigos da via. O aplicativo também memoriza informações sobre a moto, como consumo, acerto das suspensões, modo de pilotagem, etc…BMW Motorrad Connected mostra informações claras na tela, para não tirar o foco da pilotagem

O sistema ainda permite ouvir música, atender ou realizar chamadas, mas para isso é preciso ter um intercomunicador, também bluetooth, instalado no capacete. Não traz nada de muito inovador e o emparelhamento do celular, app e painel não é dos mais simples. Contudo, é interessante a ideia da BMW de integrar tecnologia sem tirar o foco do condutor na pilotagem, por meio de informações mais claras e controles nos punhos.

Yamaha YZF-R1MYamaha YZF-R1M tem 'telemetria' digna da MotoGP

A superesportiva Yamaha YZF-R1M, de mais de 200 cv, sai de fábrica com um antena GPS e conexão wi-fi para transmitir todos os dados de uma sessão na pista para um aplicativo dedicado, que funciona praticamente como uma telemetria da MotoGP. Por wi-fi, o piloto descarrega os dados de desempenho e informações, em um tablet, como o melhor tempo, a velocidade máxima, a inclinação nas curvas e até mesmo a atuação dos controles eletrônicos está ali na tela a sua frente.Antena GPS na traseira colhe as informações como tempo de volta, aceleração, inclinação nas curvas…

Com motor de mais de 200 cv e peso, em ordem de marcha, de 199 kg, a R1M foi feita para rodar na pista. O aplicativo permite também ajustar as suspensões e configurações do motor ainda nos boxes, assim que é feito o upload para a moto, as regulagens passam a valer. Tudo num passe de mágica, graças à tecnologia. 

Ducati MTS 1260Ducati tem aplicativo com informações de desempenho, ajustes e estatísticas de uso da moto

A Ducati também criou sua aplicativo Link para ampliar a conexão entre moto e celular. Com uma conta, o proprietário de modelos, como a aventureira Multistrada 1260S, entra para uma espécie de comunidade de marca, na qual pode compartilhar rotas de passeios e acessar a de outros usuários.App Ducati Link funciona como espécie de telemetria da moto, com informações sobre rotação do motor, marcha engatada e até inclinação nas curvas

O app também funciona como uma espécie de telemetria. Conectado ao painel da moto, armazena informações de desempenho, como a velocidade máxima, a potência máxima atingida e a inclinação nas curvas. Mas também é possível ajustar as suspensões, modos de pilotagem, entre outros, antes de sair de casa e depois só "sincronizar" à moto. Há ainda estatísticas, como os giros do motor e a marcha engatada em cada trecho do percurso, grças ao GPS do smartphone. O condutor ainda consegue controlar a manutenção de sua Ducati, por meio do aplicativo. (Por Arthur Caldeira)

Infomoto

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Blog da Infomoto

O blog da INFOMOTO traz novidades, curiosidades, dicas e também os bastidores do mundo de duas rodas. Com uma visão de dentro do capacete.

Blog da Infomoto