Topo
Blog da Infomoto

Blog da Infomoto

Venda de motos deve crescer 14% e passar de 1 milhão de unidades neste ano

Infomoto

03/12/2019 11h03

Setor de duas rodas deve fechar o ano com 1.072.000 unidades emplacadas

Dados divulgados pela Fenabrave , federação que reúne os distribuidores de veículos no Brasil, revelam que o emplacamento de motos até novembro foi de 983.448 unidades, um crescimento de 14,84% na comparação com o mesmo período do ano passado. Com o bom resultado até aqui, a entidade divulgou uma projeção de chegar a 1.072.000 motocicletas vendidas neste ano, uma alta de 14% nas vendas comparadas com 2018, quando foram comercializadas 940.108 unidades.

Embora longe dos tempos áureos de 2011, quando chegamos a vender quase 2 milhões de unidades no ano, o resultado é motivo de comemoração, afinal a marca de um milhão nas vendas no varejo não era atingida desde 2015.

Segundo o Presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, o ritmo de crescimento das vendas, no geral, permanece como o esperado para o ano, o que deve levar ao volume estimado pela Federação. "Faltando apenas um mês, para o fechamento do ano, notamos a estabilidade do mercado. Isso é positivo, pois não houve grandes oscilações durante o ano, o que confirma as nossas expectativas para 2019, que deve crescer 10,76% sobre 2018", comentou Assumpção Júnior, referindo-se ao crescimento do mercado de veículos como um todo – somando automóveis e comerciais leves, além de ônibus e caminhões.

Produção também deve passar de 1 milhãoFabricantes projetam produzir 1.105.000 unidades até o fim deste ano

Fabricantes também projetam aumento na produção, totalizando 1.105.000 unidades em 2019, correspondendo a uma alta de 6,6% na comparação com o volume produzido em 2018 (1.036.788 unidades). A projeção anterior, apresentada em abril, apontava 1.100.000 unidades para o presente ano.

De acordo com Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo, associação dos fabricantes de motocicletas, o desempenho positivo do mercado interno foi a principal razão para o crescimento na produção e nas vendas. "A maior oferta de crédito, com taxas de juros mais atrativas e novos players, como os bancos digitais, aumentou o interesse do consumidor pela aquisição de um modelo 0 km. Esse quadro também foi estimulado pela apresentação de novos modelos no mercado, mais modernos, com novos recursos tecnológicos e design renovado."

Para as fábricas, gasolina cara e busca por mobilidade ajudaram a bombar as vendas em 2019

Fermanian acrescenta que "ainda contribuiu para esta alta a procura pelos consumidores por alternativas para a mobilidade urbana, com preferência por modos de locomoção de maior rapidez nas grandes cidades. A motocicleta traz grandes vantagens neste quesito, além de menores custos com combustível e manutenção." (por Arthur Caldeira)

Infomoto

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Blog da Infomoto

O blog da INFOMOTO traz novidades, curiosidades, dicas e também os bastidores do mundo de duas rodas. Com uma visão de dentro do capacete.

Blog da Infomoto