Topo

Blog da Infomoto

Cinco dicas para deixar a documentação do seu veículo em dia

Infomoto

13/01/2018 08h00

Tire suas dúvidas sobre IPVA, seguro obrigatório, licenciamento…

Quem já foi parado em uma blitz de fiscalização com os documentos do veículo em atraso sabe como isso é desagradável. Para não passar por essa situação e correr o risco de ter seu veículo apreendido, preparamos um guia para tirar suas dúvidas sobre como regularizar o documento da sua moto (ou qualquer outro veículo automotor) e rodar com tranquilidade.

As informações são referentes aos veículos emplacados no Estado de São Paulo, onde está 30% da frota nacional, segundo dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Em outros locais, as datas de vencimento e valores podem variar, por isso é importante consultar o Detran do seu Estado.

1 – O tal do IPVADetran-SP criou site para consultar valor e vencimento do IPVA 2018 

Todo ano surgem dúvidas de como e quando pagar o Imposto de Propriedade de Veículos Automotores, o tal IPVA, cobrado anualmente. Neste ano, as dúvidas aumentaram, pois, o Detran-SP não envia mais os informativos pelo correio.
O proprietário terá de pesquisar em um site, criado pelo Detran, com o número do Renavam (Registro Nacional de Veículo) e da placa do veículo para consultar o valor do imposto e a data de vencimento.

Em São Paulo, há três opções de pagamento: em janeiro, em parcela única à vista e com 3% de desconto; o valor integral com vencimento em fevereiro; ou pode também dividir em três parcelas, desde que pague a primeira já em janeiro. Confira as datas de vencimento do IPVA, divulgada pela Secretária da Fazenda do Estado de São Paulo, de acordo com o final da placa do veículo (veja tabela abaixo).

IPVA 2018  Estado de São Paulo
MêsJaneiroFevereiroMarço
Parcela1ª Parcela ou Cota Única Com Desconto2ª Parcela ou Cota Única Sem Desconto3ª Parcela
PlacaVencimentoVencimentoVencimento
Final 109/jan09/fev09/mar
Final 210/jan15/fev12/mar
Final 311/jan16/fev13/mar
Final 412/jan19/fev14/mar
Final 515/jan20/fev15/mar
Final 616/jan21/fev16/mar
Final 717/jan22/fev19/mar
Final 818/jan23/fev20/mar
Final 919/jan26/fev21/mar
Final 022/jan27/fev22/mar

 

2 – Seguro obrigatório

Outro imposto que vence em janeiro (para os veículos registrados em São Paulo) é o Seguro Obrigatório, cujo nome oficial é DPVAT é o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, conhecido também pela sigla DPVAT. O tributo tem valores que variam entre R$ 45,72 para automóveis; R$ 57,61 para ciclomotores e R$ 185,50 para motocicletas.

O pagamento do DPVAT deve ser feito junto com a quitação do IPVA. Quem for parcelar o IPVA deverá pagar o Seguro Obrigatório logo na primeira parcela em janeiro. Quem optar por pagar o IPVA em parcela única com vencimento em fevereiro poderá pagar o DPVAT nesta ocasião. O pagamento também deverá ser feito na rede bancária ou em casas lotéricas.

3 – Não se esqueça de licenciar!Licenciamento pode ser antecipado, mas retirada dos documentos no Poupatempo ou Detran apenas a partir de abril

Um erro muito comum é pagar o IPVA e o DPVAT e depois esquecer de licenciar o veículo. Para emitir o CRLV (Certificado Registro e Licenciamento de Veículo) com exercício de 2018 basta ir a rede bancária (Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Citibank, HSBC, Itaú, Mercantil do Brasil, Safra e Santander, além das casas lotéricas) e digitar o número do Renavam nos terminais de atendimento. O valor do licenciamento é de R$ R$ 87,38, em São Paulo, e o documento pode ser retirado nos postos do Poupatempo ou Detran dos municípios (a partir de abril). Quem desejar receber pelo Correio deve pagar a taxa de envio de R$ 11,00.Calendário de licenciamento de motos e veículos leves no Estado de São Paulo

O Governo do Estado de São Paulo oferece a possibilidade de antecipar o Licenciamento para os proprietários que optaram por quitar o IPVA com desconto. Para aderir ao serviço é preciso pagar a taxa de R$ 87,38 mais o envio pelo correio de R$ 11,00 (obrigatório).

Só poderão ser licenciados veículos que não tiveram multas e outros débitos em atraso. A infração por rodar sem o CRLV, ou com o documento vencido, é grave. A multa é de R$ R$ 293,47 mais sete pontos no prontuário e o veículo poderá ser removido para um pátio.

4 – Veículos isentosA Honda CG 125 1977 é isenta de IPVA, mas paga DPVAT e licenciamento

Mesmo os veículos isentos de IPVA, com mais de 20 anos de fabricação, deverão pagar o DPVAT junto com o licenciamento. Os veículos de propriedade de portadores de necessidades especiais (habilitados), isentos de IPVA, também devem pagar o seguro obrigatório. E, claro, não se esquecer de licenciar o veículo.

5 – Documentos de porte obrigatórioPara evitar problemas tenha sempre a CNH e o documento do veículo atualizado

Os documentos de porte obrigatórios são a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que também vale como documento de identificação em todo o País; e o CRLV (Certificado Registro e Licenciamento de Veículo) atualizado. (texto: Cicero Lima/fotos: INFOMOTO e Divulgação)

Infomoto

Jornalistas e motociclistas (necessariamente nessa ordem) da Agência INFOMOTO. Mesmo cansados de ouvirem que são “loucos”, andam de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Blog da Infomoto

O blog da INFOMOTO traz novidades, curiosidades, dicas e também os bastidores do mundo de duas rodas. Com uma visão de dentro do capacete.