PUBLICIDADE
Topo

Infomoto

Encontro de clássicas reúne 10 mil pessoas no centro de São Paulo

Infomoto

04/07/2011 18h16

Encontro, além de atrair aficionados por motos clássicas, é pretexto para encontrar os amigos

Nem o frio da manhã de domingo (3 de julho) foi suficiente para afastar os aficionados pelo universo das duas rodas do 8° Encontro Moto e Cia Classic, realizado no Pateo do Collegio, centro histórico de São Paulo. Cerca de 10 mil pessoas foram conferir as centenas de motos clássicas, das mais variadas épocas e estilos. Em sua oitava edição, o tradicional encontro é pretexto para reencontrar velhos amigos, falar de uma época romântica do motociclismo e também conhecer um pouco do local, que deu origem à capital paulista.

Os amantes das motocicletas puderam apreciar raridades – originais e restauradas – de várias marcas e modelos, entre elas: Royal Enfield, NSU, Horex, BMW, Zundapp, Moto Guzzi, Ducati, MV Agusta, JAP, Aeromacchi Harley-Davidson. Sem falar nos modelos japoneses, como Honda (linha Four e Monkey e a CG 125, de 1976, primeira Honda fabricada no Brasil), Yamaha (TX 650 e XT 500), Kawasaki e Suzuki. O encontro exibiu também o charme das Vespas, Lambrettas, Caloi Mobilete, bicicleta motorizada da década de 1970, e alguns modelos com sidecar.

Moto ambulância italiana fez sucesso no evento

Destaque também para uma moto ambulância, da marca italiana Sertum, fabricada em 1934 e usada na Segunda Grande Guerra. Este é o único exemplar no Brasil. Outra raridade foi um exemplar da Honda Dream E, da década de 50, a primeira moto da marca nipônica com motor quatro tempos. A raridade pertence a Rodrigo Gomes, colecionador e dono da Double Dream Motors, empresa especializada em restauração. Outro "colírio" para os olhos dos mais saudosistas foi ver as motos de competição da década de 70, como as Yamaha TZ 350.

Em frente ao Museu Anchieta havia outras centenas de motos, entre modelos novos, restaurados e customizados. Como todo evento de motos clássicas não poderia faltar um pequeno "mercado de pulgas", no qual eram comercializadas motos que precisavam ser "resgatadas" por algum colecionador ; diversas peças , entre emblemas, lentes de pisca, carcaça de motores, velocímetros e emblemas, além de bicicletas.  (por Aldo Tizzani e Arthur Caldeira)

Honda Dream E, da década de 50, uma das raridades japonesas

 

Vespas e Lambrettas também marcaram presença no Pateo do Collegio

 

Mercado de "pulgas" acontece paralelamente ao evento de clássicas


Modelos Yamaha de competição trouxeram ao ar o bom e velho cheiro de óleo dois tempos

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Infomoto

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Blog da Infomoto

O blog da INFOMOTO traz novidades, curiosidades, dicas e também os bastidores do mundo de duas rodas. Com uma visão de dentro do capacete.