Blog da Infomoto

30 dias com a Ducati Scrambler Icon: cidade e estrada

Infomoto

scrambler menorA Ducati Scrambler Icon é uma boa opção para dupla jornada

Nas primeiras duas semanas com a Ducati Scrambler Icon rodei em circuito misto. Ou seja: em perímetro urbano e também na estrada. De casa para a redação da INFOMOTO, sempre pelos corredores que ligam a zona Norte a Sul de São Paulo – avenidas Tiradentes e 23 de Maio – e nos finais de semana segui para o interior do estado, via Rodovia dos Bandeirantes e Anhanguera. No total foram mais de 400 quilômetros rodados.

1221_491MOTOTESTE_DUCATI_SCRAMBLER_10Com 170 quilos, a Icon é ágil de bem divertida de se pilotar

Nas ruas e avenidas esburacadas as suspensões absorveram bem os impactos, isolando o piloto. Embora o ângulo de esterço seja reduzido, as trocas de direção são facilitadas pelo guidão largo – fique atento para não bater nos retrovisores dos carros. As manobras ao estacionar se tornam simples graças ao peso de 170 kg e a possibilidade de apoiar os pés no chão. Ainda na cidade, os freios ABS são grandes aliados, principalmente nas inevitáveis fechadas no trânsito. No dia a dia ir e voltar do trabalho com a Scrambler foi bem divertido, principalmente pelo torque do motor que rodar permite em terceira ou quarta marcha com giros mais baixos, sem “batidas de pino”.

1221_491MOTOTESTE_DUCATI_SCRAMBLER_13Guidão mais alto e assento largo oferecem conforto na tocada

Nas saídas de farol foi possível largar na frente dos automóveis e outras motos quando a luz verde do semáforo acende. Já na estrada, as retomadas foram  feitas de forma bastante vigorosa. O propulsor “enche” de forma gradual, sem trancos e sustos, e tem fôlego em uma ampla faixa de giros. Esse bom rendimento se deve também ao bom escalonamento do câmbio de seis velocidades.

1221_491MOTOTESTE_DUCATI_SCRAMBLER_14O motor de 75 cv da Icon tem bom rendimento e retomadas vigorosas

Na estrada foi agradável rodar com a Scrambler por conta do seu assento largo e com espessa camada de espuma. A ergonomia da moto é muito semelhante aquela adotada pelas trail da década de 1970: braços abertos, costas eretas e pernas pouco flexionadas. No geral, o conjunto oferece ao piloto um bom nível de conforto, o ponto negativo é ausência de proteção aerodinâmica.

1221_491MOTOTESTE_DUCATI_SCRAMBLER_16A moto italiana oferece agilidade na cidade e bom torque na estrada

Na estrada foi possível curtir o motor em “V” e seus 75 cv de potência em ação, não foi preciso acelerar muito para manter os 120 Km/h e ainda havia muito fôlego para ultrapassagens. Usada de forma racional, o consumo de gasolina ficou entre 18 Km/l e 20 km/l. (Aldo Tizzani)

Infomoto

Jornalistas e motociclistas (necessariamente nessa ordem) da Agência INFOMOTO. Mesmo cansados de ouvirem que são “loucos”, andam de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Blog da Infomoto

O blog da INFOMOTO traz novidades, curiosidades, dicas e também os bastidores do mundo de duas rodas. Com uma visão de dentro do capacete.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo